Vale á pena locar os equipamentos de informática?

Muitas empresas passaram a alugar equipamentos de informática. Até mesmo muitos especialistas em TI têm indicado a prática de alugar equipamentos para aqueles que buscam reduzir os custos de compra e manutenção de equipamentos de TI e desejam otimizar seus investimentos. Mas, a questão é: Vale á pena locar os equipamentos de informática?

Enquanto o país vive uma verdadeira crise econômica, muitas empresas tem optado sempre por medidas de cortes de gasto para manter sua fluidez de caixa. O aluguel de equipamentos de informática tem sido uma das melhores opções na hora de atingir este objetivo com a manutenção da disponibilidade de equipamentos vitais para a execução do core business corporativo.

Porém, os brasileiros ainda não estão muito acostumados com essa nova alternativa, o que pode acabar gerando alguns prejuízos à empresa. Para desmistificar esse mundo, leia este artigo e veja se, para você, vale apena alugar equipamentos de TI.

 

Quando alugar equipamentos?

É fácil pensarmos em alugar quando a ação ocorrerá em curto prazo, como numa participação em uma feira ou palestra. Afinal, porque comprar um projetor e computadores, investir em técnicos e transporte apenas para um dia? Nesse caso, a primeira solução que vem à cabeça é o aluguel. Mas porque não pensar á longo prazo?

Digamos que a instituição conseguiu um superprojeto para ser feito durante um ano. Caso você decida comprar os equipamentos, o mesmo processo falado anteriormente será feito. Ou seja, mão de obra que poderia estar atuando diretamente no projeto será gasta, as máquinas podem ficar obsoletas etc. Aqui, o aluguel também pode ser muito útil, pois várias dessas preocupações serão resolvidas.

 

Benefícios do aluguel de equipamentos

Podemos tirar dessas preocupações vários pontos a favor da locação, tais como:

  • Dedução do Imposto de Renda

Como o aluguel de equipamentos eletrônicos é uma contratação de serviços, caso a empresa tenha lucro real, é possível colocá-lo como despesa para abatimento no IR. Ainda é possível conseguir crédito no Cofins e PIS pagos pelo serviço.

  • Sem preocupações com a obsolência

Se quando você compra os equipamentos é preciso pensar na vida útil deles, o aluguel não necessita desse cuidado. Pode-se alugar equipamentos de TI baratos apenas com as funções básicas, ou os mais caros de última geração.

Caso seja percebida a necessidade de upgrade, basta contatar a prestadora de serviços para escolher novos equipamentos a serem usados. Sendo assim, não haverá nenhuma desvalorização do patrimônio da firma.

  • Assistência técnica

É sempre chato quando ocorre algum problema em qualquer setor. Se acontecer algo em uma tecnologia, pior ainda, pois dependendo da situação, toda a mão de obra pode ficar parada por bastante tempo.

No caso da locação, há uma assistência técnica disponível para a solução do defeito sem nenhum gasto adicional. E o melhor: se o equipamento ficar inutilizado, o equipamento é rapidamente substituido, impossibilitando a mão de obra ociosa.

  • Previsibilidade de gastos

Pensando na assistência técnica, se você tem algum dispositivo não alugado que seja danificado, gastos imprevistos serão necessários. Seja apenas com a manutenção do técnico, ou até mesmo com reformas na infraestrutura. Já no aluguel, como o trâmite é feito contratualmente, todos os gastos já estão previstos.

  • Mão de obra direcionada à empresa

Levando em consideração apenas a logística de compras, manutenção etc, no mínimo uns empregados perderão algumas horas com questões relativas aos equipamentos. No aluguel, tudo fica a cargo da prestadora de serviço, assim os funcionários podem atuar em assuntos diretamente ligados à empresa.

 

Vale a pena alugar?

O aluguel nem sempre representa uma boa escolha. Para definir se esse é o caso da sua companhia, é necessário identificar determinadas características do papel que a tecnologia desempenha nas operações corporativas. Dessa forma, será possível optar por uma abordagem “híbrida” (com uso de equipamentos alugados e próprios) ou com apenas um tipo de solução. Podemos destacar como principais “dealbreakers” da escolha entre a compra e o aluguel:

Urgência por novos equipamentos

A compra de novos equipamentos e produtos costuma ser um processo longo e burocrático. Com o aluguel de equipamentos de TI, as rotinas de contratação são simplificadas. Assim, em um momento onde um equipamento crítico para de funcionar e a demanda pela substituição é urgente, a locação surge como uma opção barata e de fácil acesso.

Troca de máquinas obsoletas

Computadores tornam-se obsoletos com o tempo. Com os avanços da tecnologia nos últimos anos, a obsolescência passou a ser um desafio constante para gestores de TI. Eles devem ser capazes de oferecer a melhor experiência de uso possível para usuários sem que isso comprometa o orçamento do setor.

Nesse cenário, onde muitas companhias precisam de dispositivos de ponta para manterem-se competitivas, a locação pode ser uma escolha adequada. Ela permite o acesso a máquinas atualizadas sem que isso seja convertido nos altos custos da compra de novos equipamentos. Com isso, a perda de produtividade causada por falhas de computadores e servidores é diminuída.

Controle de custos de compra e manutenção

O investimento em TI é caracterizado por um ROI difícil de ser mensurado. Esse é um tipo de investimento que envolve ativos que, muitas vezes, não estarão ligados diretamente à obtenção de receitas e à prestação de serviços.

Além disso, o custo de manutenção de um equipamento parado por defeito ou falta de usuários pode onerar a companhia. Nesse caso, a locação otimiza a verificação de custos de manutenção e contratação de serviços de TI. Por meio de contratos simples, o gestor será capaz de verificar como a tecnologia afeta os seus investimentos em outras áreas e quais os pontos que podem ser melhorados.

Necessidade de otimização de processos de compra

Os serviços de locação de equipamentos de TI possuem processos de contratação mais simplificados quando comparados com a compra direta de máquinas. Com riscos menores, mais flexibilidade e menos burocracia, uma empresa pode contratar uma companhia do ramo com mais agilidade. Dessa forma, o tempo dos gestores pode ser direcionado para atividades mais críticas ou projetos prioritários.

Busca por um controle de caixa com mais fluidez

O aluguel de equipamentos de TI muda a forma como ativos como computadores e servidores são classificados nos livros contábeis de uma empresa. Por serem contratados como serviços, o capital de giro de uma empresa pode ser direcionado para outras áreas. Além disso, a obtenção de empréstimos é facilidade em função da melhor relação ativo/passivo.

A locação de equipamentos de informática se destaca como uma forma de garantir a execução de atividades vitais para o funcionamento de uma empresa sem que grandes investimentos em tecnologia sejam realizados. Com o auxílio de consultores altamente qualificados, companhias de diversos ramos podem ter acesso a máquinas atualizadas e capazes de atender a diferentes necessidades.

Saiba mais sobre nossos serviços de locação. Clique Aqui !

Últimos Artigos

Deixe um comentário